sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Feliz Natal

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Homenagem ao meu Avozinho

“Árvores boas dão bons frutos”, já dizia a profecia, e quão frutos maravilhosos foram produzidos por este honorável homem com suas realizações, e que hoje todos somos cúmplices desta verdade.

Todos os homens vêm à Terra para dar a sua parcela de contribuição na história da humanidade, mas apenas alguns entram para o seleto clube das pessoas em que sua estória é passada de geração em geração. E neste clube, sem sombra de dúvida existe um lugar reservado para ti, Avô. Onde as tuas obras foram e serão contadas ontem, hoje e sempre.

Desde a minha infância cresci  a escutar a estórias da tua vida, quando na infância fui testemunha ocular de várias, e agora que não mais posso desfrutar da tua presença física, sigo na obrigação e honra de dar continuidade a estas estórias de amor e solidariedade para os que virão depois de mim.

Muitos procuram na vida entrar para a história de qualquer forma, outros nem de longe almejam esta pretensão, e por ironia do destino acabam por marcar a história de forma tão natural, como se plantasse uma semente no coração de cada um, que germina e se propaga como vento na memória das nossas vidas.

Dedico esta homenagem a uma das pessoas mais importantes da minha vida. Além de grande admiradora da sua incontestável sapiência, sinto muitíssima falta da sua presença, das formas carinhosas como manifestava o seu amor verdadeiro por mim e por todos e da ternura do seu olhar humilde. Boníssimo, educado e muito sereno, não seria capaz de encontrar nele sequer um único defeito. Levou consigo um pedaço de mim ao partir...

Sabemos que esteja ele onde estiver, está muito bem pois só plantou sementes positivas durante toda a sua vida. E, sem dúvida, ainda as está a colher. Avô estejas onde estiveres quero que saibas que te amo cada dia mais… A tua sabedoria foi além do entendimento humano e hoje serve de alicerce para tudo que sonho fazer.


“Nem sei porque você se foi
Quanta saudade eu senti
E de tristeza vou viver
E aquele adeus, não pude dar

Você mudou a minha vida
Viveu, morreu na minha história
Chego a ter medo do futuro
E solidão que em minha porta bate,

E eu gostava tanto de você,
Gostava tanto de você

Eu corro e fujo desta sombra
Em sonhos vejo esse passado
(..)"


DESCANSA EM PAZ AVÔ!!

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Luto







Estou de luto!

Por ti estou de luto...

"A um homem bom não é possível que ocorra nenhum mal, nem em vida nem em morte." (Sócrates)

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Aviso

Caros leitores do blog, peço imensa desculpa não publicar post's frequentemente e não cumprir correctamente com o concurso das fotos, mas agora que as aulas começaram o tempo é escasso. Apesar disso, eu não abandono o blog, só não faço publicações com tanta frequência.

Espero que compreendam.

Obrigada.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

A Foto da Semana















Foto de: Fernando Moreira

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Porque ou Por que?

O uso dos porquês é um assunto muito discutido e traz muitas dúvidas. Mas, a distinção é menos difícil do que se possa pensar.

Por que trata-se da preposição por, mais o determinante relativo que.

O por que tem dois empregos diferenciados:
1. Quando for a junção da preposição por + pronome interrogativo ou indefinido que, possuirá o significado de "por qual razão" ou "por qual motivo".

Exemplos:
Por que não vais ao cinema? (por qual razão)
Não sei por que não quero ir. (por qual motivo)


2. Quando for a junção da preposição por + pronome relativo que, possuirá o significado  de "pelo qual" e poderá ter as flexões: pela qual, pelos quais, pelas quais.

Exemplos:
Sei por que motivo permaneci aqui. (pelo qual)






Porque trata-se da conjunção causal ou explicativa, com valor aproximado de "pois", "uma vez que", "para que".

Exemplos:
Não fui à festa porque tenho que visitar os meus avós. (pois)
Não te metas em sarilhos porque te vais prejudicar. (uma vez que)



Dica: Ao substituir o "por que" ou o "porque" pelas palavras que estão entre parêntesis é muito mais fácil a distinção.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

A Foto do Mês



O Blog dá-lhe os parabéns e espera que continue a participar, Fernando Moreira.

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Aviso: "A Foto do Mês"

No final de cada mês, será feita uma selecção da Foto do Mês e será publicada como "A Foto do Mês". Em Dezembro, será feita uma sondagem online para escolher a melhor foto do ano. Queres ter a honra de a tua foto ser a melhor do ano!? PARTICIPA, não custa :)
Obrigada.

A Foto da Semana

Peço desculpa não ter colocado "A Foto da Semana" neste fim-de-semana que passou, mas não tive mesmo oportunidade. Mas, como vale mais tarde do que nunca...

Pontevedra, Espanha


Foto de: Mário Pereira

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Perigo das Bebidas Energéticas

As bebidas consideradas “energéticas” foram criadas para estimular o cérebro de pessoas submetidas a um grande esforço físico e em “coma de stress”. Nunca para ser consumida como uma bebida inocente ou refrescante. Tais bebidas são energizantes, comercializada a nível mundial com o slogan: “Aumenta a resistência física, agiliza a capacidade de concentração e a velocidade de reacção, dá mais energia e melhora o estado de ânimo”. Tudo isso encontrado em apenas uma latinha.

Essas bebidas conseguiram chegar a quase 130 países de todo o mundo desde a sua criação, com um facturamento para os seus fabricantes na base anual acima de 21 bilhões de dólares relativo à venda de três bilhões de latas. Os jovens e o desporto são os símbolos da utilização do produto, dois segmentos atractivos que foram cativados pelo estímulo causado pela bebida.

Mas a verdade desta bebida é outra. A Dinamarca e a França proibiram a utilização do produto em seus territórios, por ser considerado um cocktail da morte, pois os seus componentes de vitaminas são misturados com “glucuronolactone”, altamente perigosa, que foi desenvolvida pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, durante os anos 60 para estimular a moral das tropas americanas no Vietnam. Os seus efeitos eram parecidos com o de uma droga alucinógena, que acalmava o stress da guerra. Entretanto os efeitos no organismo dos soldados foram devastadores - alto índice de casos de enxaquecas, tumores cerebrais e doenças do fígado.

Mas como nas latas dos produtos, não dizem quais são as consequências do seu consumo, obriga-nos a mostrar uma série de advertências:

- Ao tomá-los recomenda-se não fazer exercício físico, já que a sua função energizante acelera o ritmo cardíaco pode provocar um enfarte fulminante.
- Há risco de sofrer uma hemorragia cerebral, porque as bebidas energéticas contêm componentes que diluem o sangue para que fique mais fácil ao coração bombear o sangue e assim poder fazer esforço físico com menos esgotamento.
- É proibido misturar bebidas energéticas com álcool, porque a mistura transforma a bebida numa “Bomba Mortal” que ataca directamente o fígado, levando a zona afectada à incapacidade de se regenerar.
- Um dos componentes principais das bebidas é a vitamina B12, utilizada na medicina para recuperar pacientes que se encontra em coma etílico; daí o estado de excitação em que se fica após tomá-lo. É como se estivéssemos em estado de embriaguez.
- O consumo regular de bebidas energéticas provoca uma série de doenças nervosas e neurais irreversíveis.

domingo, 22 de agosto de 2010

"A Foto da Semana"


 

Foto de: Fernando Moreira

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Porque picam os mosquitos?

Nem todos os mosquitos picam. Os mosquitos machos passam a vida a comer pacificamente néctar das flores. As fêmeas também apreciam o néctar mas, na maioria das espécies, também bebem sangue antes de porem os ovos. E os seres humanos, grandes e adormecidos, são óptimos para uma boa refeição de sangue.

Os mosquitos apercebem-se da presença de pessoas pelo movimento, pelo calor que irradiam e pelo cheiro. Quando um mosquito voa ao pé do teu ouvido, o zumbido que ouves é o bater das suas minúsculas asas. Muitas espécies de mosquitos fazem as caçadas de sangue à noite. Depois de escurecer, as vítimas têm tendência para estar a dormir e é menos provável que reajam com um golpe mortal. Aterrando suavemente na tua pele, o mosquito sonda com a ponta da probóscide (semelhante a uma tromba), como alguém que bate a uma porta. Dobrando o lábio coberto por pêlos, perfura cuidadosamente a pele com os estiletes de alimentação, sondando a pele `procura de vasos sanguíneos, o mosquito procura sangue.

Em menos de um minuto tem geralmente sucesso, sugando o sangue com um dispositivo semelhante a uma palhinha, injectando a saliva no teu corpo com outro. Substâncias especiais na saliva do mosquito impedem o teu sangue de coagular enquanto se alimenta.

Um mosquito pode sugar cerca de quatro vezes o próprio peso em sangue. Se tivesses coragem para o veres a alimentar-se no teu braço, poderias ver o sangue através da parede do abdómen. Uma vez cheio, o mosquito retira as presas da ferida e voa para longe. Se for a primeira vez que és picado por um mosquito, nem te aperceberás de que foste a refeição de alguém. Mas, se já tiveres sido picado alguma vez, o teu corpo já está sensibilizado para as proteínas presentes na saliva do mosquito. A picada vai inchar e dar comichão (reacção alérgica). Se fores mordido muitas, muitas vezes, o teu corpo adapta-se às proteínas.

Um mosquito bebe sangue para obter os aminoácidos que este contém - os "tijolos" de que as proteínas são feitas. O mosquito fêmea necessita de muitas proteínas para produzir ovos. Apesar de podermos sentir que estamos a ser "comidos vivos" numa tarde de Verão, a verdade é que não somos a comida favorita dos mosquitos. O sangue humano contém pouca quantidade de um aminoácido, a insoleucina, que os mosquitos usam para construir as proteínas dos seus ovos. Um mosquito preferia tomar uma bebida de búfalo ou de ratazana. Mas, damos-lhes sítios para viverem (garrafas e latas velhas, pneus estragados) e corpos quentes para se divertirem.

Não somos búfalos, mas servimos.

A Foto da Semana

Por ausência, deixo-vos antecipadamente "A Foto da Semana", peço desculpa não dar mais tempo para o envio de fotografias. Mas, participem já para o próximo fim-de-semana :) !



Foto de: Joana Silva

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Licenciatura em Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade Humanas



Em Julho de 2010, Portugal formou os primeiros licenciados europeus em Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade Humanas, Abel Trigo, Alexandra Pinto, Ana Barrias, David Fonseca, João Novais, Márcio Martins, Margarida Silva, Pedro Sampaio e Susana Xavier. Felicidades Engenheiros!

O curso tem como objectivo formar técnicos capazes de utilizar a tecnologia ao serviço da melhoria das condições de vida das populações com necessidades especiais — pessoas com deficiência, idosos e acamados. O plano curricular da nova licenciatura da UTAD aposta na interdisciplinaridade e atravessa áreas que vão desde as tecnológicas (Informática, Engenharia Mecânica, Electrónica e Automação, Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade) até às ciências sociais (Reabilitação, Gerontologia, Gestão, Serviço Social).


Actualmente só existem duas Licenciaturas desta natureza na Europa. A segunda foi criada em 2009 na Universidade de Coventry no Reino Unido.

A Engenharia de Reabilitação é a profissão ou actividade orientada para a aplicação da ciência e da tecnologia na melhoria da qualidade de vida das pessoas com necessidades especiais, nomeadamente pessoas com deficiência e idosos. Envolve a Funcionalidade Humana, a Acessibilidade e a aplicação de qualquer tipo de tecnologia em diversas actividades humanas e meios de participação social como o acesso a tecnologias e serviços, educação, emprego, saúde e reabilitação funcional, mobilidade e transportes, vida independente e recreação. Um profissional de Engenharia de Reabilitação trabalha habitualmente como membro de uma equipa multidisciplinar, assistindo outros profissionais na resposta às necessidades de indivíduos com alguma incapacidade.

As actividades de Engenharia de Reabilitação incluem: Supervisão, criação, avaliação, selecção, adaptação, formação, aconselhamento, reparação, manutenção, produção, comercialização e marketing de tecnologias destinadas à melhoria da funcionalidade, actividade e participação de populações com necessidades especiais na sociedade. Intervém de igual modo na melhoria da Acessibilidade de produtos, serviços e ambientes de utilização geral.


Página da Licenciatura no Facebook: http://bit.ly/lerah-facebook
Canal da Licenciatura no YouTube: http://bit.ly/lerah-youtube

Sangria Tradicional

Ingredientes (Para um jarro grande):


1 Laranja
1 Maça Verde (ou Vermelha)
Meia dúzia de Morangos
1 Pêssego
1 Lima
Uma dúzia de bagos de uva
Acuçar (q.b)
1 Cálice de Licor Beirão
1 Cálice de Martini branco
1 garrafa de tinto bem gelado
1 Lata de refrigerante lima-limão
2 Paus de Canela



 Preparação:

Corte a maça, o pêssego, os morangos e a laranja em pedaços. Corte os bagos das uvas ao meio, esprema o sumo da lima e misture tudo com o açúcar. Junte os paus de canela. Deixe macerar à temperatura ambiente por uma ou duas horas. Junte os cálices do licor, o martini e o refrigerante. Mexa bem. Junte finalmente o vinho que deverá estar já bem fresco.


Sugestões:
Se for preciso acrescente alguns cubos de gelo.
Use um vinho de boa qualidade. Nada de vinho barato pois pode estragar tudo.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A Foto da Semana


Foto de: Fernando Moreira (Vila Real)

sábado, 7 de agosto de 2010

SUPERPORTO











O F.C. Porto conquistou a sua 17ª Supertaça Cândido de Oliveira, ao vencer o Benfica por dois golos sem resposta. O F.C. Porto superiorizou-se ao detentor do campeonato português, num encontro realizado no Estádio Municipal de Aveiro.

Rolando, livre de marcação, inaugurou o marcador na sequência de um canto. O central do F.C. Porto cabeceou já na pequena área, com Roberto a meter as mãos na bola sem conseguir afastar a mesma da sua baliza. O Benfica tentou responder à desvantagem, numa partida marcada por demasiadas faltas. Com Varela em grande plano, o F.C. Porto voltou a marcar na segunda parte. O extremo escapu a Ruben Amorim e Luisão e cruzou para a entrada vitoriosa de Falcao.

O FC Porto de André Villa-Boas venceu com toda a justiça o primeiro troféu oficial da época 2010/2011. A equipa de Jorge Jesus nunca conseguiu impor o seu futebol e tem muito trabalho pela frente, ressentindo-se bastante esta noite das saídas de Di María e Ramires.

Foi o primeiro título da ainda curta carreira do agora treinador portista.

Semifrio de Natas e Frutos Silvestres


Aqui fica uma sugestão doce, fresca e rápida de fazer para o fim-de-semana. Espero que gostem.


Ingredientes:

2 embalagens de natas frescas para bater
100 ml de água
250 gr de frutos silvestres congelados
75 gr + 75 gr de açúcar


Preparação:

Comece por fazer a calda de frutos silvestres. Leve a água ao lume com 75 gr de açúcar e, quando levantar fervura junte os frutos silvestres. Deixe cozinhar em lume brando até os frutos estarem bem cozinhados e a mistura com uma consistência de xarope /15 minutos aproximadamente). Depois passe com a varinha mágica para obter um creme espesso e deixe arrefecer.

De seguida bata as natas com açúcar até obter um creme firme.

Depois coloque a mistura de natas num pirex e leve ao congelador cerca de 1 hora.

Passada 1 hora retire as natas do congelador, misture-as novamente com a ajuda de um garfo e cuidadosamente deite colheradas da calda de frutos silvestres sobre as natas. Com a ajuda de um espeto de madeira ou a ponta de uma faca faça movimentos circulares de modo a criar o efeito marmoreado, mas sem misturar em demasia.

Leve novamente ao congelador. 10 minutos antes de servir retire o semifrio do congelador e coloque-o no frigorífico. Sirva depois com frutos vermelhos frescos como morangos, framboesas e amoras.



Bom Apetite!

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Notícia do "Mais Futebol"

Espírito de dragão, defesa indomável, portador da mística azul e branca. O F.C. Porto perde Bruno Alves, perde muito mais do que um simples jogador. Perde o principal pilar da defesa, uma voz de comando ouvida e respeitada. Mas a história de Bruno Alves nem sempre foi assim, contaminada por adjectivos em tom de elogio.

Os primeiros anos no futebol sénior foram difíceis, entrelaçados em empréstimos a Farense, V. Guimarães e AEK Atenas, longe da equipa principal do F.C. Porto. Em 2005, as primeiras aparições mostraram um atleta fisicamente poderoso e emocionalmente instável. Uma agressão a Nuno Gomes, durante um F.C. Porto-Benfica, afastou-o da equipa e envolveu-o num coro de assobios. Recuperou, equilibrou-se, tornou-se imprescindível.


112 jogos e 14 golos nas últimas quatro edições da Liga reflectem, na medida exacta, a influência de Bruno Alves. Intratável na arte de bem defender, aqui e ali excessivo, até conflituoso. Amado pelos seguidores do dragão e detestado no reino dos contrários.

Ampliou a sua área de influência, tornou-se titular da Selecção Nacional, conseguiu 33 internacionalizações e cinco golos nas últimas três épocas. A clubite aguda, crónica, irracional, não permite uma opinião consensual em seu redor.

Não é todos os dias que um clube oferece 22 milhões de euros por um defesa de 28 anos.

--

Mais uma grande venda do Futebol Clube do Porto.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Campeonato da Europa de Atletismo 2010

Realizou-se em Barcelona a 20ª edição do Campeonato da Europa de Atletismo ao ar livre, com mais uma excelente participação de Portugal. Dos 42 atletas que rumaram à Catalunha, 21 conseguiram alcançar uma classificação nos 16 primeiros lugares, sendo que 12 deles conquistaram um lugar do 8º para cima (Finalistas). Portugal conquistou 4 medalhas (Naide Gomes - Prata; Jessica Augusto, Sara Moreira e João Vieira - Bronze), posicionando-se no 9º lugar (em totais de medalhas) entre todos os países presentes. Faltou apenas o Ouro para abrilhantar ainda mais a prestação nacional.

Em termos individuais, foram batidos 2 recordes nacionais (estafetas 4x100 metros masculino e triplo-salto feminino, com Patrícia Mamona), enquanto que Sara Moreira bateu o seu recorde pessoal na final dos 5000 metros. Também merecem o destaque pelas boas prestações Francis Obikwelu, as marchadoras nacionais (Vera Santos, Ana Cabecinha e Inês Henriques), Yousef El Kalai, Alberto Paulo e Luis Feiteira . Do lado das desilusões, surgem Marisa Barros (era uma das favoritas às medalhas na maratona, mas apenas alcançou o 8º lugar), Marco Fortes (o lançador de Peso poderia ter chegado com facilidade à final) e os maratonistas nacionais (não conseguiram conquistar medalhas por equipas).

Destaques:

A Rússia continua a ser a grande potência do Atletismo Europeu, no entanto, França, Grã-Bretanha e Alemanha aproximaram-se perigosamente em apenas 4 anos (a delegação russa conquistou menos 10 medalhas). O sector feminino da Rússia continua a ser motivo de orgulho, pois das 24 medalhas dos russos, 18 foram conquistadas pelas mulheres. Por sua vez, a França e a Grã-Bretanha têm uma armada masculina fortíssima, que lhes garantiu 13 medalhas em 18 e 15 medalhas em 19, respectivamente. Christophe Lemaitre é um nome a ter em conta para as provas mais rápidas do atletismo, pois o francês de apenas 20 anos conquistou 3 medalhas de Ouro (100m, 200m e estafetas 4x100m), com uma grande demonstração de qualidade. Mo Farah, nascido na Somália, conquistou as medalhas de Ouro nos 5000m e nos 10000m para a Grã-Bretanha, podendo aspirar a algo mais a nível mundial. Benabbad e Tahri (1º e 2º), dois franceses de origem magrebina, venceram com grande facilidade a prova dos 3000m obstáculos, arrancando isolados logo na 1ª volta da prova e mostrando que não têm rivais à altura na Europa. Phillips Idowu, o rival britânico de Nélson Évora, venceu o concurso do triplo salto, batendo o seu recorde pessoal, que está agora em 17,81m. Evlan Abeylegesse, que representa a Turquia, conquistou com grande facilidade a medalha de Ouro dos 10000m e ainda conquistou a medalha de Prata dos 5000m, perdendo apenas para a colega, Alemitu Bekele. Jessica Ennis, atleta britânica do Heptatlo, venceu esse mesma prova, com um novo recorde dos campeonatos, melhor marca do ano de 2010 e recorde pessoal!

A Foto da Semana
















Foto de: José António

sábado, 31 de julho de 2010

Homenagem a António Feio

Homenagem merecida pelo exemplo de vida e luta contra as adversidades!

Este grande actor deixou-nos um grande legado que ele próprio aqui resumiu:

video

A melhor homenagem que podemos fazer a António Feio é recordar o seu magnífico trabalho!
Um grande OBRIGADA pelos momentos que nos fizeste passar, e que continuaremos a recordar, obrigada pelos sorrisos que nos arrancaste e que continuarás a arrancar.
És eterno!

sexta-feira, 30 de julho de 2010

A Saudade dos Trampolins

Tinha eu cerca de 7/8 anos quando me federei em Trampolins no Colégio de Nossa Senhora da Boavista, em Vila Real e tinha como treinador o Professor Gonçalo Marques. Infelizmente, por motivos pessoais ficámos sem o nosso fantástico treinador. Desde aí pratiquei trampolins mais 2 anos e meio, mas não foi a mesma coisa e acabei por abandonar a modalidade, também pela força de uma lesão.

Para mim, este desporto é espectacular. O Trampolim pode ser visto como um desafio entre o homem e a própria gravidade. Acho este desporto fantástico devido à perfeição com que se fazem os movimentos e admiro imenso a adrenalina que sentimos quando saltamos.

Durante os meus tempos de ginasta, quando chegava a casa após um treino, apesar de um pouco cansada sentia-me optimamente, pois todos os problemas eram esquecidos, eram postos para trás das costas, o mundo parecia perfeito. O meu grande sonho era poder voar, já que não posso praticava trampolins e sentia-me perfeitamente realizada. Agora… tenho imensas saudades.

Pratiquei Duplo Mini Trampolim e Mini Trampolim, no último ano também pratiquei Cama Elástica. Originalmente o Duplo Mini Trampolim era constituído por dois Mini Trampolins. A sua construção foi sendo modificada até à apresentação actual. A primeira parte do Duplo Mini Trampolim, a que tem um ângulo ascendente, é denominada de “Mount”, sendo a segunda parte (horizontal) denominada de “Spotter/Dismount”. A estrutura do aparelho é metálica com 3.5 metros de comprimento e aproximadamente 2 metros de largura. A altura do DMT é aproximadamente 70 cm. A lona é constituída por uma tira de nylon de 15 mm de largura, sendo anexada à estrutura por molas metálicas. A recepção é efectuada sobre uma superfície de colchões com dimensões de 300 x 600 x 30 cm, estando delimitada uma óptima área de recepção de 200 x 400 cm.

Por sua vez, o Mini Trampolim, tem uma estrutura metálica com 120 x 120 cm. A lona é semelhante à descrita do Duplo Mini Trampolim com a dimensão de 70 x 60 cm, anexada à estrutura por molas metálicas. A recepção é semelhante à apresentada para o Duplo Mini Trampolim :).

AS SAUDADES SÃO GIGANTES, POIS OS MOMENTOS SÃO INESQUECÍVEIS!!



terça-feira, 27 de julho de 2010

Estou contigo, estou no paraíso....

Corro para os teus braços. Encerro-me neles e fico assim protegida dentro dessa muralha, a ouvir o teu coração bater. Entrego-te a minha boca sequiosa da tua, e nesse beijo, entrego-te todo o meu ser, todo o meu amor e sinto a junção das nossas almas.
Deixo-me levar pelos sentidos, e parto contigo para outros mundos, onde existe um paraíso de bem-estar e prazer. Sinto uma sensação fantástica com a tua presença, como se o mundo acabasse para os outros, e existíssemos só nós, no prazer da nossa entrega, do nosso amor.

Sussurro ao teu ouvido que te amo, e essa palavra mágica arrepia-me, percorre-me a alma e comanda todo o meu corpo. És dono de mim, da minha alma, do meu coração... e eu deixo ... e eu quero.
Que bom sentir o abrigo dos teus braços e o aconchego da tua presença em mim! É tão bom viver no prazer de te amar.
O estranho na minha vida é depender de ti para viver… Mas eu amo!

Olho-te nos olhos, todos os dias e fico a imaginar uma forma, uma maneira de te fazer entender o sentimento que sinto por ti. Por vezes fico a pensar se tu sabes ou se pelo menos tens uma ideia... Mas sei que não, porque o que sinto é tão forte, tão imenso que nem eu poderia medi-lo para te poder mostrar! Nunca imaginei que o verdadeiro amor fosse assim... não sei onde começa e muito menos onde está o fim. É como se fosse o Universo... Como se fosse o infinito. Então, mais uma vez vou tentar dizer mesmo que sem rima, aqui mesmo nestes versos. Que te amo sem tamanho, com muita quantidade para sempre e até ao infinito...

Autismo - Um Mundo à parte

Existem meninos e meninas que não vêem o mundo como nós. E não estamos a falar de não ver como os cegos, mas sim de não interpretar as coisas como nós fazemos, de não conseguir associar alguém a chorar à dor ou tristeza, ou um riso à alegria, de não conseguir comunicar porque não liga as palavras ao que elas querem dizer. Estes meninos são autistas.
Estes meninos precisam de ajuda para fazer coisas que para nós são simples, não porque não se consigam mexer ou falar, mas porque o cérebro deles não é capaz de processar a informação necessária para fazer estas coisas. Mas existem diversos níveis de autismo, e os meninos com um autismo ligeiro, podem, com ajuda e apoio, aprender a fazer quase tudo e levar uma vida normal.

O autismo é uma disfunção global do desenvolvimento. É uma alteração que afecta a capacidade de comunicação do indivíduo, de estabelecer relacionamentos e de responder apropriadamente ao ambiente — segundo as normas que regulam essas respostas. Esta desordem faz parte de um grupo de síndromes chamado transtorno global do desenvolvimento (TGD), também conhecido como o transtorno invasivo do desenvolvimento (TID).

Algumas crianças, apesar de autistas, apresentam inteligência e fala intactas, outras apresentam sérios retardos no desenvolvimento da linguagem. Alguns parecem fechados e distantes, outros presos a comportamentos restritos e rígidos padrões de comportamento. Os diversos modos de manifestação do autismo também são designados de espectro autista, indicando uma gama de possibilidades dos sintomas do autismo.

Segundo a ASA (Autism Society of American), indivíduos com autismo usualmente exibem pelo menos metade das características listadas a seguir: dificuldade de relacionamento com outras crianças; riso inapropriado; pouco ou nenhum contacto visual; aparente insensibilidade à dor; preferência pela solidão; rotação de objectos; inapropriada fixação em objectos; perceptível hiperactividade ou extrema inactividade; ausência de resposta aos métodos normais de ensino; insistência em repetição, resistência à mudança de rotina; não tem real medo do perigo (consciência de situações que envolvam perigo); procedimento com poses bizarras (fixar objecto ficando de cócoras; colocar-se de pé numa perna só; impedir a passagem por uma porta); ecolalia (repete palavras ou frases em lugar da linguagem normal); recusa colo ou afagos; age como se estivesse surdo; dificuldade em expressar necessidades - usa gesticular e apontar no lugar de palavras; acessos de raiva - demonstra extrema aflição sem razão aparente; irregular habilidade motora - pode não querer chutar uma bola, mas pode arrumar blocos.

A gravidade do autismo oscila bastante, porque as causas, não sendo as mesmas, podem produzir significativas diferenças individuais no quadro clínico. Desta forma, o tratamento e o prognóstico variam de caso a caso.

É fundamental o investimento no SER HUMANO com autismo, toda a intervenção produzirá benefícios significativos e duradouros.

Nunca deixe de acreditar no potencial do indivíduo com autismo.


"Mudei de Mundo, tenho Parkinson"

Decidi escrever um breve texto sobre esta complicada doença, pois tenho um familiar muito próximo que tem Parkinson e aprendi que é muito importante estar a par da mesma.

Descrita primeiramente por James Parkinson em "An Essay on the Shaking Pulse" (1817) a doença de Parkinson é um dos distúrbios do movimento que mais acomete os idosos. É caracterizada por quatro sinais essenciais: rigidez muscular, tremor de repouso, hipocinesia (diminuição da mobilidade) e instabilidade postural. A doença de Parkinson é um desequilíbrio do sistema nervoso central que afecta milhares de pessoas. Porque não é contagioso, a incidência da doença é frequentemente subestimada. A doença de Parkinson pode aparecer em qualquer idade, mas é pouco comum nas pessoas com idade inferior a 30 anos. Ocorre em todas as partes do mundo, e os homens são ligeiramente mais afectados do que mulheres.

Esta doença é insidiosa, podendo começar às vezes com um tremor, outras vezes com falta de mímica facial, diminuição do piscar, olhar fixo, movimentos lentos (bradicinesia). A voz poderá ser monótona, escorrendo com facilidade saliva pelos cantos da boca.
A marcha fica cada vez mais difícil, com passos pequenos, arrastando os pés, com os braços encolhidos, tronco inclinado e, em casos avançados a pessoa aumenta a velocidade da marcha para não cair (festinação). Outras vezes, pode ficar parado (congelado) com enorme dificuldade para se colocar em movimento.
Os tremores, que são involuntários, em uma ou em várias partes do corpo, caracterizam-se pelos três "R's" - Regular, Rítmico e de Repouso. Também se caracterizam por diminuir com os movimentos voluntários, manifestando-se sobretudo nas mãos.
Como existe uma hipocinesia, que se caracteriza por um deficit dos movimentos automáticos, o paciente fica como que parado, estático, com os movimentos voluntários lentos, diminuindo a capacidade inclusive de escrever, ficando a letra pequena (micrografia) e a linguagem monótona e às vezes ininteligível.

O diagnóstico na fase inicial, muitas vezes não é fácil, sendo que, o mesmo deverá ser realizado por um médico, preferencialmente neurologista, que dirá se a causa é idiopática (causa desconhecida), ou se é devido a outras causas. Os sintomas acima referidos podem ser devidos a medicamentos variados (fenotiazinas, haloperidol, reserpina, lítio, cinarizinas, flunarizina), porém, nesse caso, não costumam ser tão intensos.

Intoxicação por monóxido de carbono ou manganês, enfartes cerebrais dos gânglios de base, hidrocefalia, traumatismos cranioencefálicos, encefalites, podem ser a causa desta doença, que tem tratamento e controle, porém não tem cura.

O diagnóstico à medida que o tempo passa torna-se mais nítido, evidente e fácil (a exemplo e imagem do Papa João Paulo II). Cada indivíduo responde diferentemente ao tratamento e o que favorece um paciente pode desfavorecer outro. É necessário corrigir a diminuição progressiva da dopamina com calma.
O tratamento consiste no uso de medicamentos, fisioterapia, psicoterapia e, em alguns casos seleccionados, cirurgia. É importante tomar cuidado com certos tipos de medicamentos que desencadeiam ou pioram a síndrome Parkinsoniana.

NOTA: Quem convive com portadores da síndrome Parkinsoniana deve tomar alguns cuidados, a fim de melhorar a qualidade de vida e a segurança nas actividades diárias: Mantenha as áreas de circulação livres de móveis e de tapetes soltos, instale luzes para circulação nocturna, mantenha o piso da banheira com tapetes antiderrapantes, entre muitos outros. Também é importante tentar consciencializar o doente que deve: elevar o pé do chão a cada passo; procurar dormir deitado de lado, a fim de não se engasgar com a saliva; não subir escadas ou cadeiras para pegar em objectos que se encontrem em lugares altos; evitar o uso de roupas com botões ou fechos pequenos, que dificultem a manipulação; ao levantar-se da cama, apoiar bem os pés no chão, para ter impulso e ficar em pé.
 
É mesmo muito importante mantermo-nos informados sobre doenças que podem aparecer a qualquer momento e quando menos esperamos!!

Hoje sinto-me triste...

Indago por ti às estrelas, às andorinhas, que timidamente se afastam sem me dar resposta. Procuro por ti no escuro do abismo, mas apenas comtemplo o vazio. Despersonalizei-me, tornei-me um ser desabitado para que tudo o que fui fosse ao teu encontro.
Escuto o silêncio, olho como um cego, toco o nada... gritos mudos invadem a minha alma. Sinto-me triste... As lágrimas correm pelo rosto... Tento fazê-las parar. Não consigo, sinto falta do teu sorriso, da tua voz, do teu olhar. Sinto-me como se o mar sentisse que os peixes não quisessem mais nadar nas suas águas cristalinas...
Sinto-me como um pássaro preso numa gaiola sem poder mostrar a sua mestria livremente. Hoje sinto-me triste, sinto a falta de um carinho, sinto que ninguém se lembra de mim... Sinto...
Volta depressa...

Sinto-me triste...

Concurso: "Uma imagem vale por mil palavras"




Este blog, "O amor é a força mais subtil do mundo" começará hoje com o concurso (sem prémios materiais), "Uma imagem vale por mil palavras", que consiste em enviar uma foto original tirada por vós, preferencialmente, daquilo que quiserem. As fotos devem ser enviadas semanalmente, legendadas com o nome do autor, para o e-mail deste blog (lado direito da página: "Email do Blog").

No final de cada semana (Domingo) ou Segunda a foto mais original será seleccionada e será publicada como "A foto da semana".

Participem :)
Obrigada

Distância

Tanto tempo longe
Tanto tempo sem se ver
Eu sei, faz doer
Tantas noites longas
Sem carinho e sem prazer
Eu sei, faz doer
Mas não fique triste amor
Eu logo vou voltar
E todo o meu coração te entregar

A distância não irá
Nossas vidas separar
Pois você me quer
E eu te quero também
Não importa a onde eu estiver
Pode vir o que vier
Nada vai destruir
Esse amor que já criou raiz

Vou seguir viagem
Com o coração querendo mais, de você
Levo na bagagem
Os momentos lindos entre eu, e você
Mas não fique triste amor
Eu logo vou voltar
E todo o meu coração te entregar

A distância não irá
Nossas vidas separar
Pois você me quer
E eu te quero também
Não importa a onde eu estiver
Pode vir o que vier
Nada vai destruir
Esse amor que já criou raiz

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Olho-te nos olhos


Olho-te nos olhos,
Falo, sem palavras!

És Meu! Sou Tua!

As minhas mãos irrequitas,
Brincam nos contornos do teu rosto,
Suavemente, quase sem tocar,
Mas sentindo tudo ao pormenor.
Os teus braços à minha volta,
Aquecem-me,
Confortam-me,
E protegem-me do mundo exterior.
Beijo-te o pescoço,
Beijo-te a orelha,
Sinto-te a vibrar...

És Meu.

Os nossos narizes tocam-se e trocam carinhos.
Entre sorrisos, a minha boca procura a tua...
Os meus olhos fecham-se com a certeza de a encontrar.
Beijo os teus lábios, suavemente.
Sou invadida por um arrepio,
Que me percorre de cima a baixo,
A minha lingua procura a tua.
Que me desliga da razão
E me deixa à deriva,
Apenas entre sentidos e instintos.
Já não sou dona de mim,
Já me entreguei por completo!

Sou Tua.

Quero deixar o corpo cair,
Sem nunca interromper o beijo,
Quero-te sentir em mim,
Sem nunca parar de te beijar.
Não quero mais nada,
Não quero parar,
Não quero pensar, não quero agir...
Quero apenas deixar-me ir,
Deixar-me levar,
Quero entregar-me,
Quero ser tua!

Sou Tua! Completamente Tua!!
És Meu! Como não és de mais ninguém!!

Quero-te...













Quero-te comigo,
Para respirarmos juntos,
Para rirmos juntos,
Para chorarmos juntos,
Para vivermos juntos.
Quero-te comigo,
Para amarmos juntos,
Para irmos à loucura juntos,
Para voarmos juntos,
Para sermos felizes juntos.
Quero-te comigo
Para seres meu,
Para eu ser tua,
Para olhar para ti,
Para sentir o teu corpo.
Quero-te comigo
Para adormecermos juntos,
Para te dar um beijo de bom dia,
Para caminharmos juntos.
Quero-te comigo,
Apenas comigo,
Para que eu possa sussurrar-te sempre ao ouvido: AMO-TE!
Quero-te comigo
Como nunca imaginei querer alguém!