terça-feira, 27 de julho de 2010

Estou contigo, estou no paraíso....

Corro para os teus braços. Encerro-me neles e fico assim protegida dentro dessa muralha, a ouvir o teu coração bater. Entrego-te a minha boca sequiosa da tua, e nesse beijo, entrego-te todo o meu ser, todo o meu amor e sinto a junção das nossas almas.
Deixo-me levar pelos sentidos, e parto contigo para outros mundos, onde existe um paraíso de bem-estar e prazer. Sinto uma sensação fantástica com a tua presença, como se o mundo acabasse para os outros, e existíssemos só nós, no prazer da nossa entrega, do nosso amor.

Sussurro ao teu ouvido que te amo, e essa palavra mágica arrepia-me, percorre-me a alma e comanda todo o meu corpo. És dono de mim, da minha alma, do meu coração... e eu deixo ... e eu quero.
Que bom sentir o abrigo dos teus braços e o aconchego da tua presença em mim! É tão bom viver no prazer de te amar.
O estranho na minha vida é depender de ti para viver… Mas eu amo!

Olho-te nos olhos, todos os dias e fico a imaginar uma forma, uma maneira de te fazer entender o sentimento que sinto por ti. Por vezes fico a pensar se tu sabes ou se pelo menos tens uma ideia... Mas sei que não, porque o que sinto é tão forte, tão imenso que nem eu poderia medi-lo para te poder mostrar! Nunca imaginei que o verdadeiro amor fosse assim... não sei onde começa e muito menos onde está o fim. É como se fosse o Universo... Como se fosse o infinito. Então, mais uma vez vou tentar dizer mesmo que sem rima, aqui mesmo nestes versos. Que te amo sem tamanho, com muita quantidade para sempre e até ao infinito...

2 comentários:

Gonçalo Marques disse...

Olá Kikas.
Simplesmente magnífico. Adorei! Que bom ver as "nossas meninas" crescerem.
Parabéns.
Um beijinho cheio de saudades.
Gonçalo

Dragão Azul Forte disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

Enviar um comentário